Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

O bispo de Viseu, D. António Luciano, preside à “festa principal” do Senhor Bom Jesus Milagroso no Pico, na Diocese de Angra, “uma das mais emblemáticas manifestações religiosas do Arquipélago dos Açores”.

“Não se trata de uma festa apenas do Pico, mas de todas as ilhas do triângulo (Pico, Faial, São Jorge)”, disse o reitor do Santuário do Senhor Bom Jesus do Pico, o padre Marco Martinho, divulga o sítio diocesano ‘Igreja Açores’.

‘Ai de mim se não evangelizar’ é mote para as celebrações no santuário diocesano em São Mateus e a “festa principal”, hoje e esta quarta-feira, é presidida por D. António Luciano, bispo da Diocese de Viseu que foi nomeado a 3 de maio de 2018.

A primeira Eucaristia da Festa do Senhor Bom Jesus começa às 09h00 locais (mais uma hora em Portugal continental), depois da alvorada pela Filarmónica Lira de São Mateus, entre as 10h00 e as 11h00 é celebrado o Sacramento da Reconciliação, antes de uma nova Missa, que vai ser animada pelo Agrupamento de Escuteiros 1219 de São Mateus.

A Solene Concelebração Eucarística solenizada pelas capelas do Santuário e da matriz da Madalena, é às 16h00, e a partir das 17h15 começa o desfile das filarmónicas que vão participar na procissão, que começa às 18h00.

A festa termina esta quarta-feira com a Missa de encerramento e a transladação da imagem do Senhor Bom Jesus Milagroso do trono do santuário para a sua capela, às 19h30.

O presidente do Governo Regional dos Açores concedeu tolerância de ponto aos trabalhadores da Administração Pública Regional da ilha do Pico, por ocasião das festividades em honra do Senhor Bom Jesus Milagroso.

“As festividades em honra do Senhor Bom Jesus Milagroso constituem o maior acontecimento de caráter religioso da ilha do Pico e, também, um dos maiores do género na Região Autónoma dos Açores”, segundo despacho de Vasco Cordeiro.

A festa foi precedida por novena de preparação, que começou a dia 27 de julho, e teve como pregador o padre Jacob Vasconcelos, diretor do Serviço da Catequese, Evangelização e Missão de Angra.

O Senhor Bom Jesus Milagroso “é uma das mais emblemáticas” manifestações religiosas da Diocese de Angra e do Arquipélago dos Açores que conta com a participação de “milhares de forasteiros, sobretudo das ilhas vizinhas e também da diáspora”.

O sítio online ‘Igreja Açores’ contextualiza que a festa que remonta a 1862, quando o emigrante Francisco Ferreira Goulart trouxe do Brasil uma imagem do Senhor Bom Jesus, cópia fiel das que se veneram”, mas a devoção que já existia era ao Senhor Crucificado”.

G.I./Ecclesia:CB

CategoriaBispo, Diocese, Igreja, Pastoral

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: