Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

O Manual prevê a realização de uma Festa Anual num Domingo próximo da Solenidade da Imaculada Conceição.

Assim aconteceu, no Domingo passado, com a Festa a iniciar-se com a reza do Terço, na Igreja Paroquial de Molelos, presidindo o Director Espiritual da Cúria, Padre António Flor.

Depois do Terço, no salão do Centro Paroquial, seguiu-se o momento de convívio, com os membros dos vários “presidia” a apresentarem os seus “dotes artísticos”, individualmente, ou em grupo, recitando poemas, cantando loas a Nossa Senhora, contando historietas, tudo apontando para a devoção a Nossa Senhora, ou para a dedicação aos “trabalhos” que cada “presidium” distribui semanalmente a grupos de dois, que os realizam, dando conforto a doentes, animando tristes, entusiasmando quem sente os apelos de Deus, incentivando a devoção a Maria, a Mãe Legionária.

Apesar de a Legião de Maria ser uma Associação de fiéis católicos com quase um século de existência (Irlanda, Setembro de 1921), não deixa de ser um instrumento precioso de trabalho apostólico, fazendo-o sob a protecção de Maria, Mãe e Medianeira de Todas as Graças, sempre ao dispor do Bispo da diocese e do Pároco da paróquia onde está constituída.

O legionário não deve furtar-se “ao trabalho e à fadiga”(2Cor 11:27), no trabalho de levar Maria ao mundo,lembra o Manual.

Nas reuniões semanais, os legionários rezam, apresentam relatório do seu trabalho e do estudo semanal, recebem outra tarefa semanal e novo tema de estudo, procurando fortalecer a sua fé cristã.

Depois do momento de “variedades”, no salão paroquial, cantou-se o Hino Legionário e foi partilhada a merenda que cada um trouxe, tendo sido cantado o tradicional “Parabéns a você”, pois um dos presentes festejava o seu aniversário.

Organizada com inspiração nas Legiões Romanas, a Legião de Maria tem o “presidium”, com “oficiais” dirigentes, que incluem o director espiritual, o presidente e vice-presidente, o secretário e o tesoureiro.  Cada “presidium” tem membros activos e membros auxiliares e adjutores, sendo estes a ala orante do “presídio”. Há “presidia” para adultos e jovens, actuando junto das famílias, ou nos hospitais e prisões, com especial atenção aos mais necessitados e à divulgação de imprensa de inspiração cristã.

O fundador foi Frank Duff, que foi também um entusiasta activista das Conferências de S. Vicente de Paulo, de quem a Legião de Maria se socorre para corresponder às necessidades materiais das pessoas visitadas.

Os “presidia” são agrupados em “cúrias” e a Cúria de Tondela está prestes a atingir o cinquentenário.

CategoriaBispo, Diocese, Igreja, Pastoral

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: