Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

A LOC/MTC – Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos, vai realizar, sábado e Domingo, em Fátima, no antigo Seminário Verbo Divino, o seu XVII Congresso Nacional.

Este órgão de decisão, que reúne de três em três anos, congrega militantes deste movimento, representantes de organizações e associações civis e religiosas, de movimentos congéneres da Europa e de Cabo Verde, do Movimento de Trabalhadores Cristãos Europeus e do Movimento Mundial de Trabalhadores Cristãos cuja delegação integra elementos da Europa e também o seu Copresidente das Ilhas Maurícias de África e a sua Secretária Geral do Brasil. Também teremos connosco o Sr. Luís Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Ourem e o Sr. D. José Traquina, Bispo da Diocese de Santarém e membro da Comissão Episcopal do Laicado e Família, na sessão da Abertura e durante a manhã do dia 8.

      Desta atividade, destacamos a avaliação à vida e ação do Movimento dos últimos três anos através da apresentação dos Relatórios de Atividades e das Contas do triénio anterior, a eleição dos novos coordenadores nacionais e a reflexão e aprovação das Linhas de Orientação para o próximo triénio.

      O documento de Linhas de Orientação, com a temática “Dignificar o Trabalho na Era Digital” que será proposto para aprovação no Congresso, foi elaborado a partir das Revisões de Vida Operária dos grupos e melhorado, posteriormente, pelas propostas vindas dos militantes LOCistas.

      Reflete o olhar atento e conhecedor de quem vive e sente as angústias e as esperanças nestes tempos difíceis com a desvalorização e destruição do trabalho humano, expressos na paralisação da contratação coletiva de trabalho, no elevado número de desempregados, nos empregos precários, na insegurança, nos baixos salários e pensões; no empobrecimento de grande parte da população e de muitos trabalhadores apesar de terem trabalho.

      Haverá um espaço de aprofundamento deste documento, apresentado pelo Dr. Carlos Costa Gomes.

      Estas realidades, que ofendem a dignidade humana, têm graves consequências para as famílias, pois muitas deixaram de poder alimentar condignamente os filhos, assegurar o acesso à educação, à cultura, à saúde e à justiça. E exigem a intervenção e o compromisso cívico urgente tal como aponta este documento.

G.I./J.B.

CategoriaFátima, Igreja, Pastoral

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: