Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

No dia 1 de junho, realizou-se a Jornada “Vida SIM Vida SEMPRE!” no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu.

No evento, integrado no processo de relançamento da ADAV-VISEU, estiveram 70 participantes que obtiveram conhecimentos adicionais sobre as temáticas do programa, no contexto da valorização da Vida, no arco inteiro da sua existência, focalizadas na dignidade da pessoa humana que deve ser olhada tal como é e promovida como protagonista do seu próprio desenvolvimento.

      Na sessão de abertura, o vice-presidente da autarquia viseense, Joaquim Seixas, deixou palavras de incentivo à associação e o repto para que assuma protagonismos decorrentes das preocupações sociais que evidencia, nomeadamente o direito que deve obter ao integrar as estruturas sociais municipais existentes.

      O jurista Seabra Duque realçou que “ a Vida é digna sempre” havendo necessidade de proclamar bem alto esta verdade e lançá-la à sociedade civil vinculando os poderes políticos e partidários a esta visão dignificante e exigindo-lhes as consequentes responsabilidades.

      O formato desta Jornada incluía testemunho de vidas concretas. A educadora Albertina mostrou que a aceitação de toda a pessoa tal como é, resulta muito da formação construída em defesa de valores inquestionáveis e nos apoios às decisões que decorrem das reflexões que cimentam o amor conjugal e familiar. Daí que espere com a solidez do seu primeiro filho e de seu marido, a vida da menina diferente (como diferentes somos todos) que nascerá em breve.

      O gestor Tó Mira, veio de Aveiro, dizer que limitações físicas não são impedimento ao desempenho profissional, às tarefas quotidianas, uma vez que “sem braços se consegue abraçar a Vida”. Com responsabilidades importantes na administração e direção informática numa empresa, dedica-se também à música, que interpretou com exímia destreza num órgão electrónico normalíssimo, sendo muito aplaudido pela assembleia.

      A pedopsiquiatria Cátia Almeida defendeu que todos devemos aprender a “educar para a Vida”. A gestão das emoções, a afetividade, os impulsos, os desejos,… tudo merece estar em análise no ato educativo. A sexualidade granjeia uma atenção especial mas integrada no desenvolvimento formativo de cada indivíduo como agente ativo de aprendizagem, ao aperceber-se que é do interior de si mesmo que emana a solidez das suas válidas opções, assumindo-se pessoa única e irrepetível sempre com cinco dimensões a desenvolver de forma integrada.

      A Junta de Freguesia de Viseu, autarquia de proximidade que apoia a ADAV-Viseu, representada pela Dra. Rosa Martins deixou palavras de apreço pela realização do evento e de incentivo ao trabalho social que a associação pretende desenvolver, mostrando-se disponível para parcerias que possam acrescentar valor ao apoio à vida em Viseu.

      Na ocasião, muitos dos presentes se mostraram interessados em integrar a Associação e colaborar no desenvolvimento das suas iniciativas de apoio à Vida das pessoas, especificamente a dos mais débeis.

G.I/J.B./ADAV

CategoriaIgreja, Pastoral, Viseu

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: